Login
DEMO

Gestão de RH: 3 principais indicadores de desempenho do setor

Cada vez mais, os gestores sabem da importância e do impacto da gestão de RH no dia a dia da organização e no desempenho das equipes. Mas para descobrir se as estratégias e ações de RH estão trazendo os resultados desejados, é indispensável fazer a avaliação dos indicadores do setor.

Neste artigo, vamos citar os principais indicadores de desempenho e explicar como estas métricas podem fazer a diferença na gestão de RH. Confira a seguir!

Leia também5 maneiras práticas de tornar seu RH estratégico

1. Produtividade

Analisar os índices de produtividade da equipe é essencial para saber o andamento das tarefas e projetos na empresa. Com estes dados, você consegue saber:

  • Se as tarefas estão sendo bem distribuídas;
  • Se existe alguma dificuldade técnica;
  • Se seus funcionários precisam de treinamento;
  • Se as metas foram bem traçadas e muito mais.

O que traz benefícios para as estratégias de gestão de RH no que diz respeito à contratação ou reformulação de equipes dentro da empresa.

Como calcular o índice de produtividade

Uma fórmula comum para calcular o índice de produtividade é a seguinte:

Índice de produtividade = Quantidade de produtos ou serviços feitos / Quantidade de recursos utilizados

Por exemplo, a empresa produziu 5.000 produtos em um dia e contou com uma equipe de 10 pessoas para isso. Logo, o índice de produtividade foi de 500 produtos por profissional.

Essa conta é a base para o cálculo de produtividade, mas pode ser adaptada de acordo com o negócio. Assim, é possível indicar a quantidade de atendimentos por hora, conversão de vendas com relação à quantidade de clientes abordados, entre outros. Tudo depende do objetivo da empresa e o que o gestor pretende metrificar.

No caso do RH, é importante monitorar atividades como o processo de admissão, treinamento e capacitação de funcionários, feedbacks, avaliações de desempenho, gerenciamento de arquivos, etc. Com isso, é possível extrair o índice de produtividade do setor e melhorar a gestão de RH.

2. Absenteísmo

Este é um indicador de desempenho que considera as faltas e os atrasos dos colaboradores. Além disso, é muito importante para avaliar o comprometimento e satisfação dos funcionários com a empresa.

Para medir a taxa de absenteísmo da empresa, selecione um período de tempo (semanal, quinzenal ou mensal, por exemplo) e utilize os dados de um colaborador ou de toda a equipe. Depois, faça a seguinte conta:

Horas não trabalhadas / horas trabalhadas x 100 = % de absenteísmo

Como identificar e reduzir o absenteísmo

Se o percentual de absenteísmo da equipe ou de determinado funcionário estiver alto, é importante descobrir os motivos. Por exemplo: se eles estão insatisfeitos com algo, se têm alguma dificuldade e até mesmo se apresentam algum problema de saúde ocupacional.

Ao identificar as causas do absenteísmo, fica mais fácil trabalhar na gestão de RH. Ou seja, é possível desenvolver ações que supram as expectativas e as necessidades da equipe até para evitar a rotatividade de funcionários.

Também é fundamental analisar este índice dentro do setor de RH. Neste caso, é ainda mais importante fazer o monitoramento. Afinal, se a taxa estiver alta, é sinal de problemas graves na estrutura e cultura organizacional da empresa. Então, é necessário tomar atitudes na gestão de RH para encontrar gargalos na operação, melhorar processos e diminuir o índice.

3. Taxa de turnover

A taxa de turnover é o indicador de RH que mostra o índice de rotatividade de colaboradores dentro da companhia. Este indicador mostra o percentual de funcionários que entraram e saíram da empresa em determinado período. Para calcular a taxa na empresa, faça a seguinte conta:

Quantidade de colaboradores desligados / quantidade de colaboradores ativos (em um determinado período) = % de Turnover

Uma taxa de turnover considerada alta fica normalmente acima de 10%. Este é um dos principais desafios da gestão de RH. Afinal, conquistar e manter talentos é fundamental para manter um bom clima organizacional. Então, a rotatividade de funcionários pode atrapalhar bastante o dia a dia de trabalho, devido ao período de adaptação dos novos colaboradores.

Além disso, os custos com a seleção de funcionários e o tempo dedicado aos processos são outros pontos que indicam as perdas causadas pelo turnover. Para evitar todos esses prejuízos, a gestão de RH deve fomentar um ambiente de desenvolvimento e aumentar a qualidade de vida no trabalho.

Importância de avaliar os indicadores de desempenho na gestão de RH

Existem muitos outros indicadores importantes para uma boa gestão de RH. Mas como escolher quais devem ser monitorados? Isso depende dos objetivos e necessidades da sua empresa e equipe.

Lembre-se de que não basta avaliar esses dados periodicamente. É preciso que as informações colhidas sejam sempre consideradas na criação de ações de melhoria.

Leia também5 pilares estratégicos da gestão de pessoas

Como a Docly pode melhorar a gestão de RH?

A tecnologia é uma grande aliada para aumentar a produtividade e otimizar o trabalho dos funcionários. Assim, é possível melhorar os indicadores de desempenho do RH e de outros setores da empresa.

Neste cenário, um dos principais desafios do setor de RH é lidar com a burocracia do processo admissional. Uma vez que, normalmente, a admissão exige muitos papéis e documentos, ocupando muito tempo dos profissionais da área. Mas a Docly pode facilitar isso para você!

Ferramenta que torna o processo de admissão 100% digital, a Docly oferece a possibilidade de envio e assinatura de termos e documentos, com o uso da assinatura digital. Tudo por meio da plataforma!

O sistema é ideal para desburocratizar o setor e focar em tarefas estratégicas na gestão de RH, como a análise de indicadores. Quer testar a Docly na prática e saber como personalizamos o processo de admissão digital em sua empresa? Solicite uma demonstração gratuita!

Baixe agora o nosso e-book e conheça as normas em relação a documentos nato digitais, assinatura eletrônica e documentos digitalizados.